English version

Poemário

Comparam-me a Pessoa,
Pela ironia do destino
Ambos iletrados à toa
E perseguidos pelo desatino.

Nas palavras com fome
Registamos a humanidade
E na ânsia de um nome,
Inventamos, uma liberdade!


Alves Pinto, in Alma grande no Meu País 2, © 2008



Desenvolvido por Bizview - Sistemas e Comunicação