English version

Poemário

Morte, ainda não me apanhaste,
A hora é para viver uma história,
Durante os seus minutos serei a haste
De um mundo em partilha e glória.

E as conquistas serão sempre uma parte,
As que nos unirem a esta forma de arte.

A Três Vozes, in Um Grito Em Liberdade, © 2008



Desenvolvido por Bizview - Sistemas e Comunicação