English version

Poemário

Não sei o que fazer de mim,
Renego os modelos actuais
E a vida passa-me ao lado.

Não sei para o que vim,
Rejeito os sistemas incultos
E a sua evolução de fado.

Mas um fado diferente ao original,
Com um timbre corrupto abafado
Que se vê e não se canta em público.

A Três Vozes, in Um Grito Em Liberdade, © 2008



Desenvolvido por Bizview - Sistemas e Comunicação