English version

Poemário

Na noite iluminada, os sonhos,
Que por infância em esperteza,
Brincam soltos em banhos e ranhos.

Não duvidam da autenticidade,
Na emoção própria de quem
É ainda inocente em igualdade.

E que nem em sonhos, a maldade
Paira à sua volta em ânsia
De cadastro, os tenros de idade.

A Três Vozes, in Um Grito Em Liberdade, © 2008



Desenvolvido por Bizview - Sistemas e Comunicação